A humanidade e o processo de despertar da consciência.

A humanidade sempre caminha em busca de conhecimento e descobertas desde o início da criação até o momento.

Ao longo da história podemos perceber a evolução e a descobertas dos primatas até os tempos modernos.

Ao longo da história, também percebemos um processo de descobertas e limitações impostas pelo poder, e o que seria esse PODER.

Nada mais é de que uma descoberta muitas vezes oculta que traz um poder diferenciado de persuasão e domínio da massa.

Então podemos deduzir que as descobertas são limitadas? A resposta é sim as grandes descobertas são sempre usadas e expostas de acordo com um determinado grupo que mede e distribui as descobertas em doses ponderadas de acordo com seus interesses e bem estar próprio.

E o qual o resultado de tudo isso?

O resultado é um processo de governança que ao longo do tempo se quebra e se reconstrói com outro discurso, mas dentro do mesmo paradigma (limitar a massa)

Você já parou para entender como funcionamos? Estamos programados a pedir limites e isso começa da infância até o restante da vida.

É normal ouvir falar “A criança de fulano precisa de limites” justificando assim o “mal comportamento”

Ou “Fulano de tal precisa de um trabalho para amadurecer e ter responsabilidades”

OU “Determinada profissão não tem futuro”

Estas velhas máximas limitam o ser humano á tempos, porque dá trabalho ser livre... É mais fácil impor um limite à criança e deixa-la de castigo ou até mesmo “bater” impondo o que tem que ser feito do que fazer mostrar qual é o papel dela no MUNDO porque muitas vezes o responsável por isso não sabe nem qual é o dele.

“É mais fácil idealizar uma responsabilidade mecânica e que ‘todos” seguem do que saber qual é o seu papel no Mundo, e o porquê estão aqui.

É mais fácil se deprimir em um trabalho mecânico e repetitivo que alguém determinou que é dinâmico e moderno do que entender qual seu verdadeiro talento, qual a contribuição real do seu trabalho e como fazer para ele ser rentável para sua sobrevivência.

É mais fácil seguir o fluxo e seguimos! assim as chances de ser julgado e apontado são menores é falsamente mais confortável...

Temos também outra influencia a necessidade de ser SALVOS, isso é embutido em nós, que sempre seremos salvos...

Salvos por um governo melhor

Salvos por um Deus

Salvos por uma igreja

Salvos por uma comunidade e ou ideologia

E dentro desta frequência seguimos limitados.

Mas... Sempre temos o mas...

A humanidade carrega algo vital dentro dela, e isso nenhum poder imposto retira A CURIOSIDADE... É esta a chave! A curiosidade nos acompanha na infância e é algo sufocado e adormece, mas fica lá e surge renasce em algum dado momento e este tempo não é definido, não é definido porque NADA deveria ser!

É o momento da busca, é questionado tudo a religião, o sistema, as ideologias, e dentro deste processo se torna normal buscar estudos religiosos, transitar entre um templo e outro e sentir que falta sempre algo.

Você está acordando! Que bom! O sono profundo começa ter um FIM.

Dentro desses processos muitos voltam a dormir, porque é mais fácil: “Já trabalhei tanto e já estudei tanto e agora mais isso? Não, eu não quero, aqui está melhor.”

E para essas pessoas, tudo bem! os despertados precisam respeitar quem ainda vai despertar!

Para quem está no processo de acordar...

Tudo que eu vi e experimentei é mentira? Não! Tudo que você viveu, e tudo que experimentou, foi manipulado para te limitar e existe uma diferença enorme entre um ponto e outro.

Exemplo: As religiões, elas limitam, mas você permite isso. Você permite e acredita nas limitações impostas em troca de uma conexão com a Divindade em questão. Ou seja, é possível tirar as limitações e se conectar com as ferramentas usadas nas religiões... Por que não? Foi o que o BUDA fez com o Hinduísmo... Usou as conexões e quebrou os paradigmas...

E por falar em BUDA você pode perceber que existem iluminados que participam e vem nos ajudar na forma humana por puro amor... Eles tiveram e tem tanta paciência conosco, mais uma prova para você, que está nesse processo de despertar, precisa ter paciência e amor com quem está dormindo.

Além do Buda tivemos outros homens em diversas religiões que quebraram paradigmas sem quebrar a Religião, mas dando roupas novas, liberdade e amor...

Como Chico Xavier, a irmã Dulce entre outros que não protestaram, mas mostraram para a humanidade que o caminho é a VERDADE e o AMOR.

Se você está nesta busca desenfreada de conhecimento, aceitação do próximo como ele é, entendimento e reforma intima, aceitação, compreensão e auto perdão do seu passado (eu do passado) compreensão do seu eu do presente e confiança do seu eu do futuro, se você já tem consciência que é uma  conexão direta com a Divindade, se você tem consciência que pode fazer o que quer,  e tem consciência o quão importante isso é, PARABÉNS você está acordando e terá muito trabalho pela frente... É como reaprender a andar, falar e ouvir.

Dá trabalho se limpar diariamente ver as coisas com duas, três ou mais possibilidades sem conceito definido, ir além da razão, seguir a ciência e ir além...

Mas é o caminho e você encontrará nesse caminho outras pessoas, acontecerão trocas incríveis, você terá momentos de necessidade e afastamento não por se achar melhor, mas para se conectar com seu estado mais purificado o seu EU.

Nesse processo você entenderá que é o protagonista da sua própria história e que é importante para a energia UNIVERSAL, que faz parte do todo,  entenderá que tudo que você achava que tinha dentro de você (BOM ou MAL) não é absolutamente NADA somos um VAZIO como o  UNIVERSO a soma das nossas experiências não transmutam o que somos, somente nos leva a situações especificas (ação e reação)

Acredite dentro de você só existe sua energia Vital a conexão com o Cosmo não há soma de absolutamente NADA...

Fazemos parte de uma consciência ÚNICA...

Bom despertar!

Eu sinto muito, Me perdoe, Te amo, Sou Grata

Namastê

Luciane Machado

Vamos conversar um pouquinho?

 

A humanidade e o processo de despertar da consciência.

A humanidade sempre caminha em busca de conhecimento e descobertas desde o início da criação até o momento.

Ao longo da história podemos perceber a evolução e a descobertas dos primatas até os tempos modernos.

Ao longo da história, também percebemos um processo de descobertas e limitações impostas pelo poder, e o que seria esse PODER.

Nada mais é de que uma descoberta muitas vezes oculta que traz um poder diferenciado de persuasão e domínio da massa.

Então podemos deduzir que as descobertas são limitadas? A resposta é sim as grandes descobertas são sempre usadas e expostas de acordo com um determinado grupo que mede e distribui as descobertas em doses ponderadas de acordo com seus interesses e bem estar próprio.

E o qual o resultado de tudo isso?

O resultado é um processo de governança que ao longo do tempo se quebra e se reconstrói com outro discurso, mas dentro do mesmo paradigma (limitar a massa)

Você já parou para entender como funcionamos? Estamos programados a pedir limites e isso começa da infância até o restante da vida.

É normal ouvir falar “A criança de fulano precisa de limites” justificando assim o “mal comportamento”

Ou “Fulano de tal precisa de um trabalho para amadurecer e ter responsabilidades”

OU “Determinada profissão não tem futuro”

Estas velhas máximas limitam o ser humano á tempos, porque dá trabalho ser livre... É mais fácil impor um limite à criança e deixa-la de castigo ou até mesmo “bater” impondo o que tem que ser feito do que fazer mostrar qual é o papel dela no MUNDO porque muitas vezes o responsável por isso não sabe nem qual é o dele.

“É mais fácil idealizar uma responsabilidade mecânica e que ‘todos” seguem do que saber qual é o seu papel no Mundo, e o porquê estão aqui.

É mais fácil se deprimir em um trabalho mecânico e repetitivo que alguém determinou que é dinâmico e moderno do que entender qual seu verdadeiro talento, qual a contribuição real do seu trabalho e como fazer para ele ser rentável para sua sobrevivência.

É mais fácil seguir o fluxo e seguimos! assim as chances de ser julgado e apontado são menores é falsamente mais confortável...

Temos também outra influencia a necessidade de ser SALVOS, isso é embutido em nós, que sempre seremos salvos...

Salvos por um governo melhor

Salvos por um Deus

Salvos por uma igreja

Salvos por uma comunidade e ou ideologia

E dentro desta frequência seguimos limitados.

Mas... Sempre temos o mas...

A humanidade carrega algo vital dentro dela, e isso nenhum poder imposto retira A CURIOSIDADE... É esta a chave! A curiosidade nos acompanha na infância e é algo sufocado e adormece, mas fica lá e surge renasce em algum dado momento e este tempo não é definido, não é definido porque NADA deveria ser!

É o momento da busca, é questionado tudo a religião, o sistema, as ideologias, e dentro deste processo se torna normal buscar estudos religiosos, transitar entre um templo e outro e sentir que falta sempre algo.

Você está acordando! Que bom! O sono profundo começa ter um FIM.

Dentro desses processos muitos voltam a dormir, porque é mais fácil: “Já trabalhei tanto e já estudei tanto e agora mais isso? Não, eu não quero, aqui está melhor.”

E para essas pessoas, tudo bem! os despertados precisam respeitar quem ainda vai despertar!

Para quem está no processo de acordar...

Tudo que eu vi e experimentei é mentira? Não! Tudo que você viveu, e tudo que experimentou, foi manipulado para te limitar e existe uma diferença enorme entre um ponto e outro.

Exemplo: As religiões, elas limitam, mas você permite isso. Você permite e acredita nas limitações impostas em troca de uma conexão com a Divindade em questão. Ou seja, é possível tirar as limitações e se conectar com as ferramentas usadas nas religiões... Por que não? Foi o que o BUDA fez com o Hinduísmo... Usou as conexões e quebrou os paradigmas...

E por falar em BUDA você pode perceber que existem iluminados que participam e vem nos ajudar na forma humana por puro amor... Eles tiveram e tem tanta paciência conosco, mais uma prova para você, que está nesse processo de despertar, precisa ter paciência e amor com quem está dormindo.

Além do Buda tivemos outros homens em diversas religiões que quebraram paradigmas sem quebrar a Religião, mas dando roupas novas, liberdade e amor...

Como Chico Xavier, a irmã Dulce entre outros que não protestaram, mas mostraram para a humanidade que o caminho é a VERDADE e o AMOR.

Se você está nesta busca desenfreada de conhecimento, aceitação do próximo como ele é, entendimento e reforma intima, aceitação, compreensão e auto perdão do seu passado (eu do passado) compreensão do seu eu do presente e confiança do seu eu do futuro, se você já tem consciência que é uma  conexão direta com a Divindade, se você tem consciência que pode fazer o que quer,  e tem consciência o quão importante isso é, PARABÉNS você está acordando e terá muito trabalho pela frente... É como reaprender a andar, falar e ouvir.

Dá trabalho se limpar diariamente ver as coisas com duas, três ou mais possibilidades sem conceito definido, ir além da razão, seguir a ciência e ir além...

Mas é o caminho e você encontrará nesse caminho outras pessoas, acontecerão trocas incríveis, você terá momentos de necessidade e afastamento não por se achar melhor, mas para se conectar com seu estado mais purificado o seu EU.

Nesse processo você entenderá que é o protagonista da sua própria história e que é importante para a energia UNIVERSAL, que faz parte do todo,  entenderá que tudo que você achava que tinha dentro de você (BOM ou MAL) não é absolutamente NADA somos um VAZIO como o  UNIVERSO a soma das nossas experiências não transmutam o que somos, somente nos leva a situações especificas (ação e reação)

Acredite dentro de você só existe sua energia Vital a conexão com o Cosmo não há soma de absolutamente NADA...

Fazemos parte de uma consciência ÚNICA...

Bom despertar!

Eu sinto muito, Me perdoe, Te amo, Sou Grata

Namastê

Luciane Machado

Vamos conversar um pouquinho?